RSS
Este blog não tem grandes pretensões! É apenas o meu espaço para dizer o que penso, sem que ninguém me interrompa antes que eu conclua minhas idéias. ...risos... Seja bem-vindo!

sexta-feira, 30 de abril de 2010

TDAH – Atenção Profissionais da Educação!

var029
Queridos colegas de trabalho,  maluquinhos ou não, respondam ao questionário abaixo com Nem um pouco, Só um pouco, Bastante ou Demais! Pense bem e Seja bem sincero!
1. Não consegue prestar muita atenção a detalhes ou comete erros por descuido nos trabalhos da escola ou tarefas.
2. Tem dificuldade de manter a atenção em tarefas ou atividades de lazer
3. Parece não estar ouvindo quando se fala diretamente com ele
4. Não segue instruções até o fim e não termina deveres de escola, tarefas ou obrigações.
5. Tem dificuldade para organizar tarefas e atividades
6. Evita, não gosta ou se envolve contra a vontade em tarefas que exigem esforço mental prolongado.
7. Perde coisas necessárias para atividades (p. ex: brinquedos, deveres da escola, lápis ou livros).
8. Distrai-se com estímulos externos
9. É esquecido em atividades do dia-a-dia
10. Mexe com as mãos ou os pés ou se remexe na cadeira
11. Sai do lugar na sala de aula ou em outras situações em que se espera que fique sentado
12. Corre de um lado para outro ou sobe demais nas coisas em situações em que isto é inapropriado
13. Tem dificuldade em brincar ou envolver-se em atividades de lazer de forma calma
14. Não pára ou freqüentemente está a “mil por hora”.
15. Fala em excesso.
16. Responde as perguntas de forma precipitada antes delas terem sido terminadas
17. Tem dificuldade de esperar sua vez
18. Interrompe os outros ou se intromete (p.ex. mete-se nas conversas / jogos).


Este é o questionário oficial da Assossiação Brasileira do Déficti de Atenção. É só entrar no site e imprimir o seu, levar para a escola e constatar que talvez todos os alunos da sua turma sofram deste distúrbio. Segundo a ABDA, se uma criança marcar pelo menos 6 itens como “BASTANTE” ou “DEMAIS”, existe mais sintomas de hiperatividade e impulsividade que o esperado.
Eu marquei como Bastante, quase todos! E você? Imagine uma criança então!
Antes de sair encaminhando seu aluno para o neurologista, ou mesmo seu filhote, saiba que este questionário SNAP-IV é útil para avaliar apenas o primeiro dos critérios (critério A). Faz-se necessário uma complementação do diagnóstico através de outros:
  • Alguns desses sintomas devem estar presentes antes dos 7 anos de idade.
  • Existem problemas causados pelos sintomas acima em pelo menos 2 contextos diferentes (por ex., na escola, no trabalho, na vida social e em casa).
  • Há problemas evidentes na vida escolar, social ou familiar por conta dos sintomas.
  • Se existe um outro problema (tal como depressão, deficiência mental, psicose, etc.), os sintomas não podem ser atribuídos exclusivamente a ele.
Portanto, o diagnóstico definitivo só pode ser fornecido por um profissional. Como bons profissionais não são encontrados em cada esquina, procure ajudar ao máximo seu aluno com atividades diversificadas, interessantes, prazerosas. Chame a atenção dele, ajude-o a lembrar-se das atividades que precisa realizar. Toda criança é capaz de aprender. Crianças Deficientes Mentais aprendem. Por que uma criança com possível TDAH, não aprenderia? 
A responsabilidade com a saúde é do médico. A responsabilidade com a educação é nossa. O médico pode curar a doença, mas não é capaz de fazer a nossa parte: Educar para a inclusão social. Portanto professores, vamos a luta!

0 comentários:

Postar um comentário

Você é meu convidado de honra para participar desse blog. Este é um espaço para troca de opiniões, informações e até mesmo críticas ao conteúdo. Só não vai valer ofensas, ou desrespeito à opinião alheia,tá? É que o blog pode ser responsabilizado por isso. Se preferir falar particularmente, envie um email para professoramaluquinha@hotmail.com.
Obrigada por participar!

Related Posts with Thumbnails
 
Copyright 2009 Professora Maluquinha Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Ezwpthemes