RSS
Este blog não tem grandes pretensões! É apenas o meu espaço para dizer o que penso, sem que ninguém me interrompa antes que eu conclua minhas idéias. ...risos... Seja bem-vindo!

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Agressão contra professor pode virar crime?



Projeto da Câmara prevê detenção de um a quatro anos para os casos de agressão física.

Uma lei pretende criminalizar a agressão contra professores, dirigentes educacionais, orientadores e agentes administrativos de escolas no país. O texto altera um decreto que trata, em parte, do crime de desacato ao funcionário público.

O projeto do deputado Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) prevê detenção de um a quatro anos para os casos de agressão física – nos casos de agressão moral, haverá multa ou detenção de três a nove meses de prisão. Se o agressor for menor de idade, ele deverá cumprir as penas estabelecidas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente.

A proposta define o Pnave (Programa Nacional de Prevenção à Violência contra Educadores), com previsão de implementação de medidas preventivas, cautelares e punitivas da violência contra professores, desde campanhas educativas a afastamento do aluno.

Como justificativa, Rollemberg cita pesquisa do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) com o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo. O levantamento, feito com dados de 2006, aponta as agressões verbais entre professor e aluno como a queixa mais comum dos educadores. Segundo o deputado, “dentre os 684 professores entrevistados, 82,2% afirmaram ter sofrido alguma forma de violência física ou psicológica no exercício do magistério”...

Dez Coisas Que Levei Anos Para Aprender - Luís Fernando Veríssimo



Dez coisas que levei anos para aprender...


Por Luis FernandoVeríssimo


1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom ou empregado, não pode ser uma boa pessoa. (Esta é muito importante. Preste atenção, nunca falha)
2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas. (Tá cheio de gente querendo te converter!)
3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance. (Na maioria das vezes quem tá te olhando também não sabe! Tá valendo!)
4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca. (Deus deu 24 horas em cada dia para cada um cuidar da sua vida e tem gente que insiste em fazer hora-extra!)
5. Não confunda sua carreira com sua vida. (Aprenda a fazer escolhas!)
6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite. (Quem escreveu deve ter conhecimento de causa!)
7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria 'reuniões'. (Onde ninguém se entende... Com exceção das reuniões que acontecem nos botecos...)
8. Há uma linha muito tênue entre 'hobby' e 'doença mental'. (Ouvir música é hobby... No volume máximo às sete da manhã pode ser doença mental!)
9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito. (Que bom!!!!!)
10. Lembre-se: nem sempre os profissionais são os melhores. Um amador construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic. (É Verdade mesmo!!!)



'Guardar ressentimentos é como tomar veneno e esperar que outra pessoa morra.'

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Plano de Ação/2010 - Ensino Fundamental

ESCOLA MUNICIPAL PRESIDENTE CASTELO BRANCO




PLANO DE AÇÃO/2010


 


“O cuidado somente surge quando a existência

de alguém tem importância para mim. Passo então a dedicar-me a ele. Disponho-me a participar de seu destino, de suas buscas,

de seu sofrimento e de seus sucessos, enfim de sua vida.

Cuidado significa desvelo, solicitude, diligência, zelo, atenção, bom trato. Como dizíamos, estamos diante de uma atitude

fundamental, de um modo de ser mediante o qual a pessoa sai

de si e centra-se no outro com desvelo e solicitude.”

(BOFF, l. 1999, p.91)



Introdução:


Tendo em vista os desafios do mundo contemporâneo e a responsabilidade social que tem a escola na construção de cidadãos conscientes de suas responsabilidades para com esse mundo, não se pode improvisar nas ações que nortearão todo esse processo. É imperativo, portanto, que todas as ações sejam planejadas de forma conjunta e articuladas, no sentido de minimizar as dificuldades apontadas no processo de aprendizagem dos educandos, possibilitando que a escola cumpra sua missão diante das exigências e complexidades da atual sociedade. O planejamento é o processo pelo qual podemos, tendo em vista os objetivos, traçar os meios para que estes possam ser atingidos, prevendo o futuro e propondo soluções práticas para a solução de problemas que, certamente, surgirão no decorrer do caminho, evitando-se assim uma improvisação.



Justificativa:

“O ato de planejar é sempre processo de reflexão, de tomada de decisão sobre a ação; processo de previsão de necessidades e racionalização de emprego de meios materiais e recursos humanos disponíveis visando a concretização de objetivos em prazos determinados e etapas definidas, a partir dos resultados das avaliações.” (PADILHA. 2001 p.30)

A partir desse conceito, e tendo em vista a importância de um trabalho que definam ações concretas que possam se antecipar aos problemas e dificuldades encontradas ao longo do ano letivo, foi elaborado este plano de ação. O eixo norteador das ações aqui propostas é o do trabalho associado de pessoas analisando situações, decidindo sobre seu encaminhamento e agindo sobre elas em conjunto, propiciando o desenvolvimento do currículo da escola, visando melhor e mais eficiente desempenho do trabalho didático-pedagógico e a melhoria da qualidade de ensino-aprendizagem. Para a construção desse plano de ação foram levados em conta os diversos seguimentos que compõem a realidade da escola, o fato de a Assembléia Geral das Nações Unidas declarar o ano de 2010 como Ano Internacional da Biodiversidade, com o propósito de aumentar a consciência sobre a importância da preservação da biodiversidade em todo o mundo e, evidentemente, a Copa do Mundo de Futebol, que será realizada na África do Sul, país rico em fornecer subterfúgios para se trabalhar questões, raciais, políticas, sociais e éticas. O trabalho em conjunto com a Professora Coordenadora Pedagógica do turno da manhã e a coordenação do Programa Mais Educação, sem dúvida, contribuirá muito para que as atividades aqui propostas sejam colocadas em prática. A construção de um plano não pode ser estática, portanto, várias adaptações serão feitas no decorrer do período, incentivando a participação de tosdos os integrantes da comunidade escolar, sendo necessário criar espaços para discussões que possibilitem a construção coletiva do projeto educativo, como também criar e sustentar ambientes que favoreçam essa participação. Sendo assim, subtende-se que a finalidade principal do plano de ação, ora evidenciada, não refuta as possibilidades de revê-lo sempre que necessário, para assim construir- se um ensino dinâmico, eficaz e congruente.


Objetivos Gerais:


• Promover a atuação conjunta dos profissionais da escola nos turnos da manhã e tarde, fornecendo subsídios ao corpo docente na implementação de seus projetos e no desenvolvimento do seu trabalho.
• Acompanhar o processo de ensino-aprendizagem atuando junto ao corpo docente, alunos e pais no sentido de analisar os resultados da aprendizagem com vistas a sua melhoria.
• Desenvolver ações coletivas no sentido de superação dos problemas.


Objetivos Específicos na Área de Atendimento ao Corpo Docente:


• Subsidiar o corpo docente na elaboração e implementação do planejamento anual, propondo alternativas metodológicas a partir de reflexões coletivas.

• Orientar e acompanhar no preenchimento dos diários de classe;

• Estudar, pesquisar e selecionar assuntos didáticos e incentivar troca de experiências entre professores;

• Promover encontros e reuniões com temas relevantes identificados a partir da observação e análise da realidade escolar que efetivem a proposta pedagógica da escola - reunião pedagógica.

• Identificar constantemente quais as prioridades das turmas e professores para prestar-lhes um melhor atendimento;

• Estimular o uso dos recursos tecnológicos disponíveis na escola.

• Apoiar e subsidiar a elaboração e implementação de projetos desenvolvidos.

• Elaborar um conselho de classe que forneça dados e informações relevantes no processo de ensino e aprendizagem, bem como colher dados e informações significativas que subsidiem o trabalho com o educando.


Objetivos Específicos na Área de Atendimento aos Alunos:

 
• Proporcionar meios de interação com as tecnologias existentes na escola.

• Colher dados e pesquisas que auxiliem o trabalho junto ao educando.

• Acompanhar e apoiar os alunos no desenvolvimento de projetos e ações educativas.

• Observar de forma sistemática e assistemática o desempenho do aluno, com a finalidade de agir de forma preventiva.

• Promover dinâmicas de grupo para socialização e desenvolvimento de valores.

• Registrar em fichas próprias o desempenho da turma e individual, bem como comportamentos inadequados, tendo como premissa reverter os casos de baixo rendimento e analisar e promover a integração do aluno.

• Proporcionar momentos de reflexões que melhorem o relacionamento aluno-aluno e aluno-professor e propiciar condições de acesso e permanência na escola.


Objetivos Específicos na Área de Atendimento à Família:

 
• Promover palestras e encontros com temas de interesse educativo.

• Orientar a família sobre os procedimentos dos pais na melhoria do rendimento escolar do aluno.

• Informar sobre a freqüência e o rendimento escolar, bem como analisar os dados com vistas à sua melhoria.

• Aproximar a família da escola através de atividades culturais.

• Estimular o diálogo aberto na solução de problemas, com vistas a sugestões no intercambio das relações.

• Colher dados e pesquisas para melhoria e aprofundamento de questões relativas ao processo ensino aprendizagem.

Ações Estratégicas:

1. Distribuição das turmas;

2. Elaboração do planejamento anual;

3. Reuniões para elaboração das atividades que nortearão este plano de ação;

4. Reuniões Pedagógicas previstas no calendário para estudo e reflexões sobre a prática pedagógica (centro de estudos).

5. Assistência à direção em assuntos pedagógicos e em atividades cívicas e sociais;

6. Preparação do conselho de classe, conforme calendário da SEMED, para analisar e avaliar junto com os professores as causas e consequencias que levam o aluno a não adquirirem as habilidades propostas no período.

7. Orientação sobre o preenchimento dos diários de classe e relatórios.

8. Acompanhamento e avaliação dos projetos;

9. Reunião de pais por bimestre com enfoque na melhoria do rendimento escolar.

10. Palestra para pais com o tema: “O papel da família na aprendizagem do aluno”.

11. Palestras com temas significativos para toda a comunidade escolar;

12. Implementação de Projetos a serem trabalhados na escola;

13. Exibição de vídeos com assuntos pertinentes aos temas trabalhados e projetos em desenvolvimento;

14. Envio de ofícios e convites aos órgãos competentes para incentivar a realização de palestras, encontros, visitas e similares com grupos de alunos e professores sobre demais temas relevantes para a formação do aluno;

15. Organização de gincanas e torneios com a comunidade escolar para haver uma melhor socialização;

16. Apoio técnico nas campanhas promovidas pela SEMED.

17. Atendimento e entrevistas com alunos e pais sempre que necessário.

18. Observação sistemática e assistemática de atitudes e comportamento dos alunos para, em conjunto com a Orientadora Educacional, proceder às intervenções necessárias.

19. Promover um intercâmbio cultural entre os alunos, apoiando e interagindo junto com os professores para o desenvolvimento pleno dos projetos e atividades trabalhados por ele em sala de aula.

20. Criação de tabela com horários dos recursos disponíveis na escola para que o educador possa ter acesso ao uso.

21. Encontros periódicos com os professores da Sala de Apoio e Sala de Recursos para troca de experiências e consequente melhoria das atividades.



As datas previstas para as ações propostas neste plano poderão variar conforme a necessidade de adaptação ao planejamento anual e aos projetos que se encontram em fase de elaboração e implementação.

Atividades Recreativas:


• Judô

• Futsal feminino e masculino

• Voleibol feminino e masculino

• Outros Jogos

Estas atividades farão parte do Projeto “Descobrindo Talentos”, que será realizado em conjunto com o Programa Mais Educação.

Atividades Culturais:


• Família na Escola

• Mostra de Danças

• Palestras

• Festa Junina

• Projeto Tempo Vago

• Festival de Paródias

• Café e Lanche Literário – Em parceria com a Sala de Leitura

• Projeto “A África é Show de Bola”

• Projeto Horta Comunitária – Em parceria com o Programa Mais Educação

• Semana dos Povos Indígenas

• Semana da Alimentação Escolar

• Exposição de Trabalhos sobre a Biodiversidade em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente

• Expo Reciclagem – O Lixo e a Biodiversidade

• Mostra Cultural Literária


Palestras:


• Alimentação Saudável

• Biodiversidade

• Lixo Útil

• AIDS

• Cidadania

• Outros...


Por não se tratar de ações prontas e acabadas, portanto estáticas, muitas atividades aqui sugeridas poderão sofrer alterações, adaptações e aprimoramentos. A avaliação contínua e os encontros com todos os envolvidos nesta tarefa nos indicarão o momento certo de proceder às devidas mudanças.


Cronograma das Atividades

(Em Anexo)


Avaliação:

A avaliação consiste num trabalho progressivo e cooperativo entre a direção, coordenação pedagógica e o corpo docente, integrados na diagnose dos problemas que interferem no processo ensino-aprendizagem, para dar-lhe solução adequada.

Esta avaliação contínua e progressiva será feita através de:

- Análise do plano elaborado, para verificar se os objetivos foram alcançados;

- Observação direta e indireta de todas as atividades desenvolvidas;

- Fichas de acompanhamento;

- Levantamentos estatísticos;

- Reflexão e conclusão;

- Análise dos dados coletados.



Conclusão:

O alcance dos objetivos deste plano não depende somente da atuação do Professor Coordenador Pedagógico, mas também, do apoio da Direção da Escola, da aceitação e esmero dos professores, do desempenho dos demais funcionários do estabelecimento, e ainda, do auxílio dos responsáveis pelos alunos desta instituição.

Portanto, é preciso angariar a confiança de todos, para que possamos trabalhar sob um clima completamente familiar, proporcionando assim, maior intercâmbio entre escola-comunidade. Somente assim teremos êxito na implantação deste Plano de Ação.

Tudo o que Deus Faz é Bom! - Mensagem


Tudo o que Deus faz é Bom



Há muito tempo, num Reino distante, havia um Rei que não acreditava na bondade de Deus. Tinha, porém, um súdito que sempre lhe lembrava dessa verdade. Em todas situações dizia:

- Meu Rei, não desanime, porque Deus é bom!"
Um dia, o Rei saiu para caçar juntamente com seu súdito, e uma fera da floresta atacou o Rei. O súdito conseguiu matar o animal, porém não evitou que sua Majestade perdesse o dedo mínimo da mão direita.
O Rei, furioso pelo que havia acontecido, e sem mostrar agradecimento por ter sua vida salva pelos esforços de seu servo, perguntou a este:

- E agora, o que você me diz? Deus é bom? Se Deus fosse bom eu não teria sido atacado, e não teria perdido o meu dedo.

O servo respondeu:

- Meu Rei, apesar de todas essas coisas, somente posso dizer-lhe que Deus é bom, e que mesmo isso, perder um dedo, é para seu bem!
O Rei, indignado com a resposta do súdito, mandou que fosse preso na cela mais escura e mais fétida do calabouço.

Após algum tempo, o Rei saiu novamente para caçar e aconteceu dele ser atacado, desta vez por uma tribo de índios que vivia na selva. Estes índios eram temidos por todos, pois sabia-se que faziam sacrifícios humanos para seus deuses.
Mal prenderam o Rei, passaram a preparar, cheios de júbilo, o ritual do sacrifício. Quando já estava tudo pronto, e o Rei já estava diante do altar, o sacerdote indígena, ao examinar a vitima, observou furioso:

- Este homem não pode ser sacrificado, pois é defeituoso!

Falta-lhe um dedo!"
E o Rei foi libertado. Ao voltar para o palácio, muito alegre e aliviado, libertou seu súdito e pediu que viesse em sua presença. Ao ver o servo, abraçou-o afetuosamente dizendo-lhe:

- Meu Caro, Deus foi realmente bom comigo! Você já deve estar sabendo que escapei da morte justamente porque não tinha um dos dedos. Mas ainda tenho em meu coração uma grande duvida:

- Se Deus é tão bom, por que permitiu que você fosse preso da maneira como foi? Logo você, que tanto o defendeu!?
O servo sorriu e disse:

- Meu Rei, se eu estivesse junto contigo nessa caçada, certamente seria sacrificado em teu lugar, pois não me falta dedo algum! Portanto, lembre-se sempre: TUDO O QUE DEUS FAZ É BOM!

domingo, 17 de janeiro de 2010

Lili e a Sogra - Lenda Chinesa

Lili e a Sogra

Há muito tempo, uma menina chamada Lili se casou e foi viver com o marido e a sogra. Depois de algum tempo, passou a não se entender com a sogra. Personalidades muito diferentes, Lili se irritava com os hábitos dela, criticando-a freqüentemente.


Meses se passaram e Lili e sua sogra, cada vez mais, discutiam e brigavam. De acordo com a antiga tradição chinesa, a nora tinha que se curvar à sogra e obedecê-la em tudo. Lili, já não suportando mais conviver com a sogra, decidiu tomar uma atitude e foi visitar um amigo de seu pai. Depois de ouvi-la, ele pegou um pacote de ervas e lhe disse: - Vou lhe dar várias ervas que irão envenenar lentamente sua sogra. Você não poderá usá-las de uma só vez para se livrar dela, porque isso causaria suspeitas. A cada dois dias, ponha um pouco destas ervas na comida dela. Agora, para ter certeza de que ninguém suspeitará de você quando ela morrer, você deve ter muito cuidado e agir de forma muito amigável. Nunca discuta e trate-a com muito carinho. Eu a ajudarei a resolver seu problema, mas você tem que me escutar e seguir todas as instruções que eu lhe dei. - Sim, Senhor Huang, eu farei tudo o que o senhor me pediu - respondeu Lili.

Lili ficou muito contente, agradeceu ao Senhor Huang e voltou apressadamente

para casa, para dar início ao projeto de assassinar sua sogra. Semanas se passaram e, a cada dois dias, Lili servia a comida "especialmente tratada" à sua sogra. Ela sempre se lembrava do que o Senhor Huang havia recomendado sobre evitar suspeitas e, assim, controlou o seu temperamento, obedecendo à sogra e tratando-a como se fosse sua própria mãe.

Depois de seis meses, a casa inteira estava com outro astral. Lili tinha controlado o seu temperamento e quase nunca se aborrecia. Durante esse tempo, ela não teve discussões com a sogra, que agora parecia mais amável e mais fácil de lidar. As atitudes da sogra também mudaram, e elas passaram a se tratar como mãe e filha.

Lili foi desesperada procurar o Senhor Huang para lhe pedir ajuda e disse: - Querido Senhor Huang, por favor, me ajude a evitar que o veneno mate minha sogra.! Ela se transformou numa mulher agradável, e eu a amo como se fosse minha mãe! Não quero que ela morra por causa do veneno que eu lhe dei. Por favor, Senhor Huang, me ajude! O senhor Huang sorriu e acenou com a cabeça. - Lili, não precisa se preocupar. As ervas que lhe dei eram vitaminas para melhorar a saúde dela. O veneno estava na sua mente e na sua atitude, mas foi jogado fora e substituído pelo amor que você passou a dar a ela.


Lenda Chinesa


Apesar de ainda estar de férias, já sinto, lá longe, baixinho, o dever me chamando. Aliás nem tão baixinho assim, pois já tive que preparar nesta semana o meu Plano de Ação para 2010. Depois eu vou postá-lo aqui. Hoje, escolhi a mensagem acima para dar boas vindas aos professores, na reunião pedagógica que dará início aos trabalhos em 2010.
Início de ano sempre ficamos apreensivos com as mudanças que nos esperam. Não sabemos como será a turma, ou os pais. Se ocorreu mudanças na direção, ou na coordenação, então, a aprensão aumenta. As vezes já vamos armados, decididos, ainda que muitas vezes inconscientemente a se opor as suas idéias. Idéias essas, que muitas vezes, seriam excelentes, se não fossem dessa pessoa, que nem oportunizamos conhecer. As vezes o veneno está em nossas ações e nem percebemos. Na grande parte das vezes, as pessoas apenas retribuem o que os outros lhes dão!
LEMBRE-SE SEMPRE:
O plantio é opcional...
A colheita é obrigatória...
Por isso cuidado com o que planta !


Agora, que tal depois de uma mensagem tão interessante, preparar uma bonita lembrancinha de boas vindas? Aí segue uma boa susgestão:


Pegue um saquinho de chá...








Faça uma xícara em papel cartão e corte a borda superior dela para colocar o saquinho de chá.
 
 
 
 
 
Prontinho, agora é só escrever o nome da escola na etiqueta e dar boas vindas a toda a equipe!!!

O Nascer do Sol - Um Show da Natureza!


Eu, tive um dos melhores começos do ano da minha vida. Simples, mas muito importante para  o meu crescimento como pessoa. Meu primogênito comentou no segundo dia do ano, que nunca presenciou o nascer de sol. Me dei conta que eu mesma, do auge dos meus 43 anos, só o presenciei uma única vez. A lembrança nem era tão clara, pois acabava se confundindo com as imagens que assistimos na televisão, ou fotos espalhadas por aí. Não necessariamente era minha experiência pessoal. Decidi, então,  que começaríamos 2010 vendo o sol nascer. O único problema é que para isso teríamos que ficar acordados, já que, notívagos de carteirinha, quando saímos da cama, o sol já percorreu a metade do seu trajeto. Bem, saímos eu e meu filhote, em direção ao mar, às 5h. Além do maravilhoso espetáculo, o momento de podermos ficar juntinhos abraçados, caminhando à beira mar, conversando, enriqueceu muito a nossa relação. Ele tem 17 anos e eu me pergunto até hoje, porque demorei tanto para curtir esse momento único com meu filhote. Como perdemos tempo nas nossas vidas! Como desperdiçamos pequenos momentos de felicidade, correndo atrás de uma felicidade maior, que sequer sabemos se existe! Comecei 2010 com uma linda lição, dada pela natureza. Obrigada meu Deus!



















É claro que a aventura terminou com uma frase conhecida por todos: "Se teus esforços forem vistos com indiferença, não desanimes, pois o sol ao nascer dá um espetáculo todo especial e no entanto a platéia continua dormindo."


Me permita concluir esse pensamento: Sempre haverá quem um dia se dê conta dos seus esforços! Veja quanto tempo dormi sem assistir ao espetáculo do sol, mas um dia decidi nem dormir para vê-lo! Acredite, um dia teus esforços serão, finalmente, recompensados! Feliz 2010!!


Related Posts with Thumbnails
 
Copyright 2009 Professora Maluquinha Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Ezwpthemes