RSS
Este blog não tem grandes pretensões! É apenas o meu espaço para dizer o que penso, sem que ninguém me interrompa antes que eu conclua minhas idéias. ...risos... Seja bem-vindo!

sábado, 3 de abril de 2010

Coelhinhos e Ovinhos - Os Símbolos Pagãos da Páscoa - Tão Bonitinhos! Tão Deliciosos!


Pessach, cujo significado é passagem, é o nome da festa judaica em lembrança da libertação dos israelitas da tirania do Faraó, no Antigo Egito. Mas muitas pessoas ainda atribuem o nome à passagem do povo hebreu pelo Mar Vermelho, quando na verdade, é a passagem do "Anjo da Morte", que matou todos os primogênitos do País, desde os filhos dos prisioneiros até o filho do próprio Faraó. Depois desta última das dez pragas enviada por Deus ao Egito, e a pior delas, o povo Israelita foi finalmente libertado pelo Faraó. Que história triste! Quantos inocentes sacrificados!!!
No livro de Êxodo (antigo testamento), encontramos esta passagem, e a recomendação de que fosse sempre relembrada, diz o texto: "Conservareis a memória daquele dia, celebrando-o como uma festa em honra do Senhor. Fareis isto de geração em geração, pois é uma instituição perpétua" .

A Páscoa Cristã é um evento diferente, embora com nomes de mesma origem. Jesus Cristo era um judeu, sendo assim, evidente que cumprisse a recomendação de celebrar o pessach. A última ceia de Cristo teria sido um Seder de Pessach, jantar cerimonial judaico em que se recorda a história do Êxodo e a libertação do povo de Israel, e é realizado na primeira noite de Pessach. Segundo a bíblia, a morte de Cristo aconteceu em 14 de Nisã, dia do início de Pessach. Apesar de em alguns anos esta celebração cair no mesmo dia, este é um fato que dificilmente ocorre, pois são calendários diferentes e comemorações diferentes.

A páscoa entre os povos da antiguidade, era a comemoração do fim do inverno, época em que a Europa era terrivelmente castigada com a falta de alimentos, e o começo da primavera, época em que os campos renovados significavam o recomeço da vida. Eostre ou Ostera que simbolizava a fertilidade e o renascimento, segundo a mitologia anglo-saxã, era a "Deusa da Primavera". Dos cultos pagãos dedicados a esta Deusa originou-se a Páscoa (Easter, em inglês e Ostern em alemão), que acabou, talvez pelo fato de representar "renascimento", misturando-se às comemorações judaico-cristãs. Desta Páscoa Pagã surgiram as figuras do coelhinho e ovinhos de páscoa, que em momento algum são mencionados na Bíblia Sagrada, seja ela cristã ou judaica.

Apesar de achar que todas as razões para a comemoração da páscoa sejam igualmente merecidas e relevantes, a páscoa dos cristãos e a páscoa pagã, na forma da Deusa Eostre (onde entra o "nosso amigo coelhinho" e seus "ovinhos"), deveriam ser acontecimentos tão diferentes quantos as celebrações de Páscoas entre Judeus e Cristãos. Afinal, mesmo que caissem no mesmo dia, ainda seriam acontecimentos distintos.
De qualquer forma a tal lenda é muito bonitinha e contém uma moral digna de qualquer livro de literatura infantil. Pena que está sobrepondo-se às celebrações recomendadas por Jesus Cristo, pela maioria daqueles que se dizem cristãos! Mas aí é outra história. Vamos à Lenda de Eostre de onde surgiu a figura da Lebre (que depois passou a ser coelhinho) e os ovinhos (que agora são de chocolate) até porque no fim tudo se encaixa, se harmoniza, de acordo com o "belo espírito cristão"...

 A Lenda de Eostre
"Diz a lenda que Eostre tinha uma especial afeição por crianças. Onde quer que ela fosse, elas a seguiam e a Deusa adorava cantar e entretê-las com sua magia. Um dia, Eostre estava sentada em um jardim com suas tão amadas crianças, quando um amável pássaro voou sobre elas e pousou na mão da Deusa. Ao dizer algumas palavras mágicas, o pássaro se transformou no animal favorito de Eostre, uma lebre. Isto maravilhou as crianças. Com o passar dos meses, elas repararam que a lebre não estava feliz com a transformação, porque não mais podia cantar nem voar. As crianças pediram a Eostre que revertesse o encantamento. Ela tentou de todas as formas, mas não conseguiu desfazer o encanto. A magia já estava feita e nada poderia revertê-la. Eostre decidiu esperar até que o inverno passasse, pois nesta época seu poder diminuía. Quem sabe quando a Primavera retornasse e ela fosse de novo restituída de seus poderes plenamente pudesse ao menos dar alguns momentos de alegria à lebre, transformando-a novamente em pássaro, nem que fosse por alguns momentos. A lebre assim permaneceu até que então a Primavera chegou. Nessa época os poderes de Eostre estavam em seu apogeu e ela pôde transformar a lebre em um pássaro novamente, durante algum tempo. Agradecido, o pássaro botou ovos em homenagem a Eostre. Em celebração à sua liberdade e às crianças, que tinham pedido a Eostre que lhe concedesse sua forma original, o pássaro, transformado em lebre novamente, pintou os ovos e os distribuiu pelo mundo. Para lembrar às pessoas de seu ato tolo de interferir no livre-arbítrio de alguém, Eostre entalhou a figura de uma lebre na lua que pode ser vista até hoje por nós. Eostre assumiu vários nomes diferentes como Eostra, Eostrae, Eastre, Estre e Austra. É considerada a Deusa da Fertilidade plena e da luz crescente da Primavera.Seus símbolos são a lebre ou o coelho e os ovos, todos representando a fertilidade e o início de uma nova vida." Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Eostre
Seja qual for a origem da comemoração, temos que concordar que o maior importância desta data especial se encontra na possibilidade de nos renovarmos, revendo nossos conceitos e valores, renascendo para novas atitudes. Sendo assim, não faça do Coelhinho e dos Ovinhos a parte mais importante da sua comemoração. Quem deve comemorar os coelhinhos e ovinhos vendidos são os comerciantes. Nós, cristãos ou não, devemos aproveitar para ensinar aos nossos filhos valores morais de extrema importância para a formação de seres humanos. Depois que as crianças acabarem de procurar os ovinhos, que tal contar a história dos Hebreus e a luta de Moisés contra Faraó, a história de Jesus e a historia de Enostre também. Finalize a contação de histórias com uma linda oração e ... Feliz Páscoa!
Agora sim, vamos nos deliciar com os maravilhosos ovos de chocolate! Haja regime!

0 comentários:

Postar um comentário

Você é meu convidado de honra para participar desse blog. Este é um espaço para troca de opiniões, informações e até mesmo críticas ao conteúdo. Só não vai valer ofensas, ou desrespeito à opinião alheia,tá? É que o blog pode ser responsabilizado por isso. Se preferir falar particularmente, envie um email para professoramaluquinha@hotmail.com.
Obrigada por participar!

Related Posts with Thumbnails
 
Copyright 2009 Professora Maluquinha Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Ezwpthemes