RSS
Este blog não tem grandes pretensões! É apenas o meu espaço para dizer o que penso, sem que ninguém me interrompa antes que eu conclua minhas idéias. ...risos... Seja bem-vindo!

sábado, 27 de março de 2010

Pulseirinhas do Sexo - Lixo da Globalização


Mais um lixo da globalização tornando-se Tema nas escolas. Santo Deus tanta coisa importante a ser passada e perdemos tempo com isso!!! Chegaram a ligar para a minha escola certa vez pedindo para falar com a coordenação sobre o assunto. Levei um susto: Pulseirinhas do Sexo? Que isso!! Lembrei que havia visto em alunos com 5, 7, 8 anos. Desconfiei que deveria ser mais um dos grandes besteiróis que circulam pela internet, mas mesmo assim fui investigar. Eu havia usado montes delas na década de 80. Era moda. Naquela época nada tinham a ver com sexo, ou tinha e eu não sabia? Bem, o fato é que dizem que surgiram na Inglaterra. Talvez lá eles precisem de subterfúgios para fazer sexo, ou já estejam cansados dos meios normais e queiram variar. Aqui no Brasil era simplesmente moda, como foi nos anos 80 e ponto final. Ou melhor, seria ponto final se a mídia, influenciando os pais, professores e aos próprios jovens, não se encarregasse de dar um significado maior para elas. Quando tomei conhecimento dos fatos comecei de forma informal a conversar com os jovens da escola para saber como adquiriram as pulseiras. Disse que elas haviam sido febre na "minha época", que a moda vai e vem, e por aí fui. Conclusão: a maioria deles haviam ganhado as pulseirinhas da própria mãe, não tinham a menor idéia do que se tratava e muito menos sabiam sobre este tal joguinho do sexo. Gente! Seria EU o instrumento usado para ensiná-los?
Em casa, meu filho de 17 anos, que pode fazer sexo, a hora que bem entender, sem precisar do meu consentimento, pois está bem preparado, também usava uma destas pulseirinhas. Conversei com ele sobre o assunto. Ele deu uma gargalhhada:  - Mãe, jura que isso é um jogo? Como ele não parava de rir. E eu não posso ver ninguém rindo ou chorando, pois tendo a fazer o mesmo, chorava de rir também. Depois fiquei sabendo o porquê da explosão em gargalhadas. Disse ele: -Que risco eu corri! Hoje na escola arrebentei a pulseira de um amigo, e tive que dar a minha para ele...

Ainda brincando, decidimos ir para a internet saber a tal história das pulseirinhas do sexo, curiosos em descobrir qual era o sentido da cor preta (a cor da pulseira do amigo) e a branca que ele havia dado para o amigo. Depois foi uma "zoação" geral, usando a linguagem deles. Meu filho correu para o MSN para contar para o amigo, e depois foram descobrir quais as meninas tinham dado as tais pulseiras a eles (tenho certeza que elas também não conheciam a parte sórdida da brincadeira), pois não sabiam ainda a repercussão do jogo na internet, afinal, eles não visitam os mesmos sites que a gente e não recebem os mesmos emails. Isso é fato!
Aprendi uma grande lição de como usar "uma Pedagoga idiota a serviço da distribuição de conteúdos inúteis". Isso aconteceu no ano passado e ainda hoje se propaga esta "histórinha".
Gente, esquece! Nossos jovens não são tão imbecis, quanto pensamos. Vamos nos preocupar com Drogas, Sexo, Violência, mas de forma responsável, inteligente. Até porque para sermos respeitados e acreditados pelos nossos jovens, precisamos mostrar um certo grau de conhecimento dos fatos, caso contrário não nos darão créditos. Nenhuma menina vai fazer sexo por causa de uma pulseirinha se não quiser fazê-lo. Acorde! Se alguém arrebentar uma pulseirinha de uma menina qualquer e forçá-la de alguma maneira, isso é um estupro. Nenhum pedófilo neste país precisou de  pulseirinha para cometer seus crimes. Ele só precisa de uma criança inocente e de uma família ausente.
Me lembrei que nos anos 90 foi a vez dos jogos de RPG, das tais cartinhas do Digimom, e por aí vai.
A mídia vende seus folhetins, e o pior, nos usa para propagar o "besteirol"! Acho que estamos sendo mais vítimas que nossos próprios filhos. Ai, ai, coitadinho de nós!

0 comentários:

Postar um comentário

Você é meu convidado de honra para participar desse blog. Este é um espaço para troca de opiniões, informações e até mesmo críticas ao conteúdo. Só não vai valer ofensas, ou desrespeito à opinião alheia,tá? É que o blog pode ser responsabilizado por isso. Se preferir falar particularmente, envie um email para professoramaluquinha@hotmail.com.
Obrigada por participar!

Related Posts with Thumbnails
 
Copyright 2009 Professora Maluquinha Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Ezwpthemes