RSS
Este blog não tem grandes pretensões! É apenas o meu espaço para dizer o que penso, sem que ninguém me interrompa antes que eu conclua minhas idéias. ...risos... Seja bem-vindo!

domingo, 30 de maio de 2010

Evo Morales não cuida da nossa fronteira


Passei por uma terrível situação no ano passado, que quase envolveu um acidente diplomático entre mim e minha vizinha de anos e anos. A cadela invadiu meu quintal e matou meu gato, estou me referindo a um animalzinho sem raça definida que vi crescer e com quem brincava pelo muro há cinco anos. A cena foi grotesca e chorei o dia inteiro, e alguns dias depois também, bastava visualizar a cena.
Conversei com a vizinha que disse não saber o que fazer, pois a cadela, pulava o muro e ela não tinha condições de aumentá-lo e, muito constrangida, me encheu de desculpas. Adoro animais, mas pela primeira vez pensei em assassinar um. Dias depois a situação se repetiu e mais um gatinho foi estraçalhado. Desta vez eu não vi, mas soube através da própria vizinha, pois a infeliz da cadela – estou me referindo ao animal – levou o corpo da minha pobre gatinha para exibir para seus donos. Novamente culpei a vizinha. Mas desta vez ao invés de me desmanchar em lágrimas deitada no sofá, decidi me desmanchar em lágrimas enquanto me vestia para comprar o material e aumentar o muro. Sabe o que aconteceu? A cadela, vivinha da silva, não voltou mais, meus gatinhos sobreviventes, no total de cinco, vivem felizes e seguros e minha vizinha e eu selamos a paz. Final feliz, não é?
Sabe o que aprendi desta tragédia animalesca? Que não era minha vizinha que tinha que tomar conta do meu quintal. Ela cuidava do espaço dela e eu deveria ter cuidado do meu. Arquimedes e Pipoca foram vítimas não daquela pobre cadela - novamente me refiro ao animal- ou da minha vizinha, mas vítimas da minha falta de cuidado com minha fronteira.
Não acho que o Presidente Evo Morales seja o responsável pela cocaína que entra no Brasil, através da Amazônia, como sugeriu nosso digníssimo candidato à presidencia, José Serra. Evo Morales tem que tomar conta do que entra em seu país, não do que sai.  Cada qual é responsável por sua fronteira. Será atacando países vizinhos, como Bolívia, Colômbia, ou Venezuela, que Serra pretende vencer estas eleições? Sinceramente, oposição tem limite!
Consta que a coca exista há pelo menos uns cinco mil anos e seja usada como erva medicinal em vários países da América Latina. Originária dos Andes, era usada até para se colocar no cordão umbilical do bebê para secar e cicatrizar mais rapidamente o local, entre inúmeras outras administrações fazendo parte da cultura histórica andina. No Peru, existe até um órgão do governo encarregado de controlar a qualidade das folhas vendidas no comércio, o "Instituto Peruano da Coca".
Levada para a Europa por volta de 1500, passou a ser comercializada pelos laboratórios Merck  em 1862 e Parke Davis em 1870. Em uma de suas campanhas, a Parke Davis publicou aos médicos: "Esperamos que seja mais freqüente a aplicação dos maravilhosos efeitos da cocaína na terapêutica geral, dos quais destacamos a melhora do estado de ânimo, o aumento das faculdades físicas e mentais, assim como o aumento da resistência ao esforço [...] Seria uma lástima que tão destacadas propriedades não fossem exploradas". Pois é, aí começou a exploração! Medicamentos e mais medicamentos com a substância foram criados, e até refrigerantes seguiram o conselho e aplicaram os maravilhosos efeitos da erva em sua composição - Adivinha qual?-  Mas não demorou muito e os abusos deram lugar a surtos psicóticos e dependência química, levando ao óbito diversas vítimas. A erva, inofensiva até então, começa a se tornar uma ameaça. E a antes tão recomendada substância, passa a ser proibida. Em 1901 a Coca-Cola, finalmente retira da sua fórmula a coca.
O ressurgimento da droga se deu por volta dos anos 70, para atender aos apelos de jovens da classe média americana por uma droga que substituísse o LSD, que estava sendo extremamente combatido por lá. Nesta mesma época o narcotráfico colombiano se profissionalizou para atender a demanda . Por volta dos anos 80 ela ganha força e se espalha pelo mundo. E agora, culpa de quem? A Europa que importou a erva, dando-lhe inúmeras aplicações, que nem em sonho os índios da América do Sul haviam imaginado? O Governo Americano que permitiu que a droga ressurgisse e se espalhasse pelos seus jovens, como alternativa a uma droga bem mais letal?  O governo Colombiano que permitiu que se preparessem a tal pasta diabólica em suas terras? Os jovens viciados que para suprir suas carências incentivam um comércio extremamente lucrativo? Evo Morales? Alvaro Uribe? Hugo Chavez? Lula? … Ah! Acho que chegamos ao ponto. Coisas da política nacional!
Quando me deparo com estes absurdos, morro de vergonha de ter odiado a irracional cadela da vizinha.
Estou me referindo ao animal!!!
Fonte:http://www.alcoolismo.com.br/artigos_drogas/cocaina_hist.htm

2 comentários:

jader resende disse...

Li seu poste, pelo visto num tem nada de maluquinha, mas é bem carinhoso o nome do blogue, parabéns,
Acho que gostaria de ler outro poste relacionado, vou colar aqui.
http://turcoluis.blogspot.com/
Abraços

Professora Maluquinha disse...

Adorei a indicação do post!Obrigada pelo elogio!!!...risos...

Postar um comentário

Você é meu convidado de honra para participar desse blog. Este é um espaço para troca de opiniões, informações e até mesmo críticas ao conteúdo. Só não vai valer ofensas, ou desrespeito à opinião alheia,tá? É que o blog pode ser responsabilizado por isso. Se preferir falar particularmente, envie um email para professoramaluquinha@hotmail.com.
Obrigada por participar!

Related Posts with Thumbnails
 
Copyright 2009 Professora Maluquinha Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Ezwpthemes