RSS
Este blog não tem grandes pretensões! É apenas o meu espaço para dizer o que penso, sem que ninguém me interrompa antes que eu conclua minhas idéias. ...risos... Seja bem-vindo!

sábado, 9 de abril de 2011

O Massacre de Realengo–Quem são os culpados?

Tragédias ocorrem todo o tempo e em todos os lugares do mundo, mas só chocam realmente, causando grande comoção social, quando o número de vítimas é elevado. É uma matemática macabra! O grande problema é que todo esse debate sobre o assunto e os discursos envolvendo os motivos e consequências do ato bárbaro, desaparecerão assim que a imprensa considerar que já não lucra mais com a esplanação do fato. É realmente  uma matemática macabra! Já as vítimas reais desta tragédia estarão condenadas para o resto de suas vidas a tentar entender o porquê de terem sido as escolhidas para uma provação tão cruel e injusta!

Quantos anos foram precisos para transformar uma criança inocente, com problemas mentais, em um louco homicida frio e cruel? Sem dúvida que é mais fácil culpar a religião, ou a internet. Como se anos de descaso e abandono em nada implicasse na formação deste indivíduo, mas alguns meses na internet, ou lidas de algumas páginas de algum “livro sagrado”, fossem o suficiente para uma transformação tão significativa que culminasse neste desfecho tão trágico.

Este jovem esquizofrênico foi antes disso tudo uma criança estranha e que por tal razão sofreu discriminação em toda sua trajetória. Se ganhou alguma coisa dos outros foi a indiferença e os apelidos nada carinhosos, tais como, “orelhinha”, “veadinho”, “Suingue” (por ser manco) e outros. Se a indiferença e o bullyng causam estragos e traumas por toda a vida em crianças sem deficiência alguma, imagine então submeter um esquizofrênico a este tipo de tratamento durante anos?   Não existe um fator determinante para atos bárbaros como este em Realengo, mas sim um conjunto de fatores que associados destrói toda e qualquer capacidade racional. Nem todo esquizofrênico é um assassino em potencial; nem toda criança que sofre bullyng ou é tratada com indiferença, será revoltada, ou introspectiva; nem todo jovem viciado em internet visita sites permissivos; e  por fim, nem todo  religioso é fanático.  Alienados, fanáticos e  assassinos existem em toda sociedade e exatamente por ela foram criados. Todos são culpados até que se provem o contrário!

Fico me perguntando por quantos profissionais este menino foi ignorado no decorrer de sua vida? Mèdicos, professores, psiquiatras, psicólogos e outros que tiveram contato com ele, o quanto será que se empenharam,  efetivamente, em entender a razão de tanta introspecção e  a dimensão de seu sofrimento?  Digo isso, porque todos são unânimes em apontá-lo como um cara esquisito.  Remédios já sabemos que ele tomou, pelo menos enquanto sua mãe era viva, mas abandonou depois da morte dela. Mas tirando as drogas receitadas pelo seu médico, qual o tipo de acompanhamento que ele teve?

Desejo que cada profissional negligente que atendeu a este maníaco, cada parente que o ignorou no decorrer de sua vida, cada professor míope que não o enxergou no fundo da sala e cada colega que o fez sentir-se um “monstrinho” em um mundo de pessoas perfeitas, revejam sua postura! Entendam que definitivamente somos responsáveis pelos outros. De nada adianta eu criar um mundo perfeito para meus filhos, zelando por seu bem estar e sua educação, se eu ignorar as pessoas ao meu redor, achando que elas não são minha responsabilidade. Afinal, no mundo dos meus filhos também se encontram estes seres que vivem à margem da sociedade. Em algum momento neste fututo incerto, um destes seres “repugnantes” e estranhos poderá cruzar com um filho meu e então ser tarde demais para fazer alguma coisa.

Nossa sorte foi  este assassino ter atirado contra sua própria cabeça. Imagine o risco que estaríamos correndo caso ele continuasse vivo? Seria julgado, iria para um manicômio judicial e depois de alguns anos de um tratamento medíocre, receberia alta, sendo considerado apto a viver em sociedade, até cometer outro ato insano contra vítimas indefesas. No fim, todos os envolvidos, direta e indiretamente, dormem com alguma indignação mas nenhum remorso “o sono dos justos”, menos os pais, parentes e amigos das pobres vítimas desta sucessão de erros!

7 comentários:

William disse...

Uma visão do outro lado da moeda. Parabéns!!

Anônimo disse...

você me fez enxerga,refletir um lado que em momento nenhum parei pra pensar,gostei muito de sua abordagem você respondeu o que,todos os dia a mídia e as pessoas se perguntam,espero que de agora em diante possamos olhar o próximo com mais carinho procurar entender e ajudar em suas diferenças.

Ricardo Roehe disse...

Amiga, antes de mais nada parabéns por este seu lindo blog.
Quanto ao menino ele fora mais um dos quantos casos que culminaram em tragédia, pois nos Estados Unidos é quase que normal aluno entra e Mata todo mundo.
Acredito também que a sociedade se torna omissa e começa a tratar casos como este de uma maneira normal, falta é dialogo familiar, falta carinho,falta uma religião dentro do lar, mas não aquela religião que você fala,reza mas após tudo sai a rua fazendo tudo ao contrario que os ensinamentos de nosso senhor nos diz.
AMOR AO PRÓXIMO ISTO QUE ESTA FALTANDO!!!
Convido você a visitar o http://maustratosaoidosodenuncie.blogspot.com
Abraço fraterno e Muita Luz em seu caminho.

Andréa Ávila disse...

Oi Valeria.
Parabéns pela forma que abordou esse tema.
Desde o dia que ocorreu essa barbárie o seu artigo foi o 1º (que li) que conseguiu enxergar um ser humano e não apenas ver um assassino.
Elas olham, mas não enxergam realmente… não questionam…, quem dera todos pudessem olhar nossas crianças com seus olhos, seu carinho e sua sensibilidade.
Um abraço.

Simone disse...

Olá, amiga!! Concordo plenamente com você! A sociedade cria seus próprios infratores e depois os condenam! Infelizmente, esse maníaco, além de louco, também é vítima de uma sociedade egoísta e intolerante com seus membros e quem sofreu as consequências dessa vez foram crianças inocentes que tinham uma vida inteira pela frente! Parabéns por suas palavras!!

Ana Paula Ruggini Zarpelon disse...

Palmas, palmas e mais palmas! É com louvor o parabéns que lhe dou! É uma pena que são poucos que tem essa consciência...

Abraços!

diego santos disse...

Achei esse texto muito interessante isso faz mostra o que esta acontecendo no Brasil e muitos dizem que esta melhorando.Desse jeito.

Postar um comentário

Você é meu convidado de honra para participar desse blog. Este é um espaço para troca de opiniões, informações e até mesmo críticas ao conteúdo. Só não vai valer ofensas, ou desrespeito à opinião alheia,tá? É que o blog pode ser responsabilizado por isso. Se preferir falar particularmente, envie um email para professoramaluquinha@hotmail.com.
Obrigada por participar!

Related Posts with Thumbnails
 
Copyright 2009 Professora Maluquinha Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Ezwpthemes