RSS
Este blog não tem grandes pretensões! É apenas o meu espaço para dizer o que penso, sem que ninguém me interrompa antes que eu conclua minhas idéias. ...risos... Seja bem-vindo!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Mobilização de Intelectuais e Artistas a favor de Dilma lotam teatro no Rio de Janeiro

Com gritos de "Dilma sim porque não penso só em mim", artistas e intelectuais lotaram o Teatro Casa Grande, ontem a noite no Rio de Janeiro. Com aplausos abafando suas palavras, Chico Buarque manifesta seu apoio ao Goveno Lula e à candidata Dilma para a continuidade deste governo:
- Venho aqui reiterar meu apoio entusiasmado à campanha da Dilma. Essa mulher de fibra, que já passou por tudo, não tem medo de nada. Vai herdar o senso de justiça social, um marco do governo Lula, um governo que não corteja os poderosos de sempre, não despreza os sem-terra, os professores, garis. Um governo que fala de igual para igual com todos, que não fala fino com Washington, nem fala grosso com a Bolívia e o Paraguai.Por isso, é ouvido e respeitado no mundo todo. Nunca houve na História do país algo assim.

Leonardo Boff falou sobre a onda de calúnias e difamações que se espalham pelo país contra a candidata petista:
- Se com Lula a esperança venceu o medo, com Dilma a verdade vai vencer a mentira!

A filósofa Marilena Chauí disse, emocionada:
- Minha geração já viu um negro ser presidente na África do Sul, um índio na Bolívia, um negro nos Estados Unidos, um operário no Brasil. Chegou agora a hora de uma mulher ser presidente do Brasil. A eleição de Dilma é a certeza de que os recursos do pré-sal serão priorizados na educação...

O arquiteto Oscar Niemeyer foi ovacionado pela platéia que lotava o teatro. Beth Carvalho cantou "Deixa Dilma me levar, Dilma leva eu". Uma versão de um dos sambas mais famosos de Zeca Pagodinho. Já o sociólogo Emir Sader afirmou que o encontro era uma alternativa ao "obscurantismo", a "intolerância" e a "repressão", referindo-se obviamente ao candidato José Serra. Segundo ele, "o encontro foi uma tentativa de reproduzir a repercussão alcançada, em atos semelhantes, realizados no Canecão, nas duas campanhas vitoriosas de Lula, em 2002 e 2006, quando artistas e intelectuais também declaram apoio ao petista". A mobilização por Dilma só ocorreu agora, segundo Emir Sader, porque no primeiro turno "havia uma percepção que estava se encaminhando para uma vitória". Para ele agora a mobilização se fez necessária. Antonio Pitanga, foi outro que comentou sobre o encontro: - O movimento dos artistas só ocorreu agora porque finalmente houve uma convocação.

Assista ao vídeo do encontro:



Depoimento de Leonardo Boff:


E isso aí: "É Dilma sim, porque não penso só em mim!"

1 comentários:

Léa Marques disse...

Amei teu post, vou colocar o link no meu blog tá.... Parabéns!!!!

Postar um comentário

Você é meu convidado de honra para participar desse blog. Este é um espaço para troca de opiniões, informações e até mesmo críticas ao conteúdo. Só não vai valer ofensas, ou desrespeito à opinião alheia,tá? É que o blog pode ser responsabilizado por isso. Se preferir falar particularmente, envie um email para professoramaluquinha@hotmail.com.
Obrigada por participar!

Related Posts with Thumbnails
 
Copyright 2009 Professora Maluquinha Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Ezwpthemes