RSS
Este blog não tem grandes pretensões! É apenas o meu espaço para dizer o que penso, sem que ninguém me interrompa antes que eu conclua minhas idéias. ...risos... Seja bem-vindo!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

A Guerra no Rio – “O Homem é Aquilo que a Educação Faz Dele”

untitled
Recebi dois emails de amigas, leitoras deste humilde blog, professoras como eu, que estavam curiosas para saber se é verdade que o povo carioca esta apoiando a ação policial. Queriam saber como estou e até que ponto os últimos acontecimentos influenciaram minha vida e a da minha família.
Bem, queridas, não estava nos meus planos escrever sobre isso. Aliás, eu estou tão atarefada nestes últimos dias que não estavam nos meus planos escrever sobre nada… risos… Mas diante do carinho de vocês resolvi falar algumas poucas palavras. Poucas palavras, eu?!!! Até parece que isto é possível!!! … risos…
Deu para perceber que como boa carioca, não perdi meu senso de humor, não é? É verdade que vivemos dias difíceis, inseguros, mas decididamente, importantíssimos para nosso crescimento. Eu acompanhei pela televisão os acontecimentos. Graças a Deus não ouvi um único tiro, não presenciei uma única ação terrorista e meu filho só ficou sem ir à escola na terça-feira passada. Achei melhor não arriscar.
Não foi a polícia quem começou esta guerra. Na verdade quem de fato a começou, deve estar muito arrependido. Foi um verdadeiro “tiro no pé”! As vezes bandidos provocavam “marolinhas” de terror e a polícia fingia conter estas ações, invadindo seus redutos até um limite seguro, e de lá saindo com alguns presos. Geralmente as “buchas”, usadas pelos traficantes. A sensação que restava ao final era que “o tráfico e a polícia selavam um acordo de cada um em seu território para o bem de todos e felicidade geral da nação”.
Em um domingo de novembro de 2010, uma via  expressa foi fechada, carros incendiados, tiros em um fuzileiro naval e uma onda de terror lançou os olhos do mundo para o Rio de Janeiro. Será que alguém quebrou o “acordo”?...
  Será que nunca houve o tal “acordo”? Bem, o resto da história vocês devem estar acompanhando na televisão e pelos jornais. Por sinal,  a Rede Globo está fazendo uma cobertura completa e perfeita. Quando é para elogiar temos que fazê-lo!!!!
Já dizia  Salvador Dalí: “É preciso provocar sistematicamente confusão. Isso promove a criatividade. Tudo aquilo que é contraditório gera vida.” Quer mais contradições que as geradas pela guerra do tráfico no Rio de Janeiro? Dê um lado temos bandidos armados que outrora foram apenas crianças nascidas perfeitas em um país cheio de imperfeições. Tendo seus direitos a moradia, saúde, e  educação negados, aproximam-se do crime organizado como única condição para obter algum progresso pessoal e profissional. Embora saibamos que esta projeção social possibilitada pelo tráfico de drogas seja efêmera, traiçoeira e muito injusta, é a vida que estes homens já se acostumaram a ter, mesmo antes de saber o que  queria dizer a palavra crime. Já do outro lado desta guerra, atacados pelos bandidos, pela imprensa, pelas políticas públicas e pela opinião pública, temos os policiais militares, a quem, por mais lotada que estivesse uma penitenciária, nenhum reconhecimento era dado. Isso quando não aparece um juiz, com um salário bem mais expressivo, sentado em sua linda cadeira, concedendo benefícios a criminosos e jogando todo o trabalho do policial no lixo! Malditas leis! Malditas injustiças!
Alguns vão me dizer que prender bandidos é função do policial. Foi o que assumiu ao fazer o concurso. Mas então por que se elogia artista que faz um bom trabalho na tv ou no cinema? Interpretar bem não deveria ser a função do ator? Jogadores de futebol então, não deveriam ser elogiados nunca!  Não é para isso que ganham tão bem? O fato é que existem profissionais que nasceram para serem elogiados e outros para serem escurraçados. Assim também como existem crianças que nasceram para se tornarem Grandes Homens e aquelas que nem deveriam ter nascido.
Kant, um dos principais pensadores do Século XVIII., com sua filosofia influenciou o modo de compreender o conhecimento, a moral, a estética, a política e a educação. Em sua obra Sobre a Pedagogia, Kant afirma que o homem não pode se tornar verdadeiramente homem senão pela educação, porque ele é aquilo que a educação faz dele.
Apesar das profundas diferenças que separam as correntes sociológicas, filosóficas e pedagógicas que se ocuparam, e ainda se ocupam, da questão educacional na formação do Homem, observamos que existe entre elas um ponto de encontro: a educação constitui um processo de transmissão cultural no sentido amplo do termo com todos os valores, normas, atitudes e experiências, relevantes na formação geral do Homem. É através dela que a humanidade se renova e se perpetua.
Que a Educação  no Brasil consiga renovar valores, ideais e atitudes que acabem de vez com a necessidade de crianças e policiais tornarem-se bandidos!
untitled
Que as crianças libertadas pelos bravos guerreiros da polícia, possam ter direito a uma educação de qualidade, para nunca precisarem fugir como animais acuados e desesperados! Que os bravos soldados cariocas tenham sua dignidade resgatada! E que nossos governantes, ao apagar das luzes, não se esqueçam que livraram o povo do Alemão dos criminosos, lá em cima. Mas que aqui embaixo todos nós, inclusive o povo do Alemão, ainda estamos desprotegidos. Afinal, o trabalho está apenas começando. Bendita Copa do Mundo! Bendita Olimpíadas!
Paz para todos!

1 comentários:

paulo santos disse...

Eu estava lá participando da tomada do Alemão..E como haviam pessoas muito interessadas em um derramamento de sangue em grande escala, onde chamar de carnificina fosse pouco...Graças a DEUS estamos vendo uma mudança de vida gritante... já passeei algumas vezes no teleférico, vale a pena, é uma outra cidade! Abrçs,
Paulo

Postar um comentário

Você é meu convidado de honra para participar desse blog. Este é um espaço para troca de opiniões, informações e até mesmo críticas ao conteúdo. Só não vai valer ofensas, ou desrespeito à opinião alheia,tá? É que o blog pode ser responsabilizado por isso. Se preferir falar particularmente, envie um email para professoramaluquinha@hotmail.com.
Obrigada por participar!

Related Posts with Thumbnails
 
Copyright 2009 Professora Maluquinha Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Ezwpthemes